quarta-feira, 23 de junho de 2010

--

~~ Sub _ Marino ~~

Subliminar

Algumas vezes eu me vejo imersa em sensações que claramente existem em mim - como lembranças de que algum dia pude realmente prová-las - mas que, estranhamente, não consigo reconhecer neste mundo nada nem ninguém que fosse capaz de causá-las.

Todos os dias,Pedaços de possibilidades flutuam ao meu lado; se aproximam, esbarram, pedindo silenciosamente para que eu as pegue, toque, tente, experimente. Cutucam meu juízo com um urgente desejo por uma chance de mostrarem que uma delas - ou todas - podem ser de fato a responsável - ou as responsáveis - por esse meu sentimento de plenitude tão nostálgico.

nós colocamos emAlgumas chegam a ser traiçoeiras: por hora me enganam, me inflam, me fazem subir até anovas situações, coisas,

superfície.

desejos ou pessoasMas em pouco tempo o efeito se esvaie lá estou eu, sendo lançada mais uma vez ao

nossa expectativa e angústia de que aquilo, se alcançado, fundo.
poderia nos fazer felizes.
Ah, o fundo ! ... Cada vez mais perto posso sentir isso que me alucina, ao passo que mais longe e escassas se vêem as possibilidades disponíveis a mim para alcançar tal felicidade.

Até que a tal coisa chega e nãoNesses momentos de desilusões e náufragos, me ocorre que talvez eu jamais possa encontrar uma razão definitiva no mar a minha volta, apenas motivações momentâneas e passageiras. E que para trilhar o verdadeiro caminho até meu baú de ouro, será necessário apenas
nos completam
como estávamose
imaginando, porquer
na verdade, isso de nosg
sentirmos completos podeu
apenas ser interno, com nós _l
mesmos. Mas esse infinito buscarh
por algo que parece faltar, que causaa
a sensação de ser externo é o que anima,r
que dá graça para sair e viver, é isso que nos para dentro, repetida, infinita e incessantemente. Até que apenas essa eterna busca saudosista, misteriosa, seja causa e entendimento suficiente para que cessem os vendavais e tempestades e que a calmaria preencha inteiramente o meu mundo submarino, que é a minha alma. leva até
o fim.
--